Em discurso direto
We Blog
Paula Cunha

Fazer o bem sabe bem

24 Agosto 2020
A minha história pessoal com o voluntariado é antiga, pois já me dedicava à comunidade sem abrigo de Lisboa há bastante tempo antes de me envolver no programa de voluntariado da JA Portugal (JAP). E a minha colaboração com eles iniciou-se num momento muito querido para mim, em que estava grávida - na altura, do meu primeiro filho – e em que poder fazer voluntariado com crianças ou jovens se afigurou como um passo natural. 

Entretanto já 12 anos passaram e eu continuo a deixar a minha pegada: não só nos alunos, suas famílias e professores das escolas onde já fui dar aulas do programa JA PORTUGAL, mas também junto dos meus filhos, que já se habituaram ao voluntariado da mãe. E, felizmente, já me acompanham em outras iniciativas semelhantes, pois hoje em dia fazemos também voluntariado no projeto "Café Memória” e também confeciono refeições em casa para a Refood. 

Fazer parte do programa da JA PORTUGAL exige o meu compromisso regular e implica que dedique um pouco da minha energia e do meu tempo (seja de trabalho ou de família) a outras pessoas. No entanto, faz parte do meu projeto pessoal de envolvimento com a comunidade. Tenho um gosto enorme em dar um pouco da minha alegria, empatia, conhecimento e atenção a crianças que aprendem pelos exemplos que têm e que estão em idades em que formam a sua base de comportamento e conhecimento da vida em sociedade.

Obrigado JA Portugal e Sonae por me terem dado a oportunidade de fazer a diferença e de ajudar na minha realização pessoal ao dar aos outros um pouco de mim!

Paula Cunha
Sonae Sierra
Este website utiliza cookies que facilitam a navegação dos visitantes.

A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela SONAE. Consulte aqui a nossa Política de Cookies